Compartilhe essa página

Manual completo para projeto de iluminação residencial

Além de providenciar iluminação para os ambientes, a luz elétrica também é uma grande aliada para trazer segurança e conforto para casas, comércios e indústrias.
 
Para as pessoas que desejam utilizar a iluminação além de seu propósito básico e querem que ela faça parte da decoração, é possível fazer um projeto de iluminação residencial.
 
Assim, tem-se o design por completo, unindo a função primária da iluminação com todas as suas possibilidades estéticas e otimizadas.
 

Tudo o que você precisa saber antes de fazer um projeto de iluminação residencial:

O ideal é que o projeto de iluminação seja planejado por um designer de interiores ou arquiteto e já definido no começo da construção de uma casa.
 
Se não for possível, tente encontrar um projeto ideal junto ao designer para fazer o mínimo de quebra-quebra possível.
 
Lembre-se sempre: um bom projeto de iluminação residencial irá valorizar a decoração da sua casa e destacar os detalhes do ambiente. Por isso é importante ter noção do espaço e ambiente que irá colocar as luzes.
 

Envie sua planta e faça um breve descritivo de quais ambientes deseja orçar.

Deixe seus contatos válidos que nossos consultores entrarão em contato. Faça um orçamento
 

Como ter um projeto de iluminação eficiente

A economia no projeto é muito importante.
 
Uma iluminação eficiente consegue distribuir a quantidade de luz necessária para cada ambiente, evitando desperdícios, locais mal iluminados ou extremamente iluminados, evitando que você tome um susto nas contas do fim do mês.
 
Além disso, é importante pensar materiais e soluções que sejam amigáveis ao meio ambiente.
 

Conheça alguns tipos de iluminação para o seu projeto:
Iluminação difusa

 projeto de iluminação residencial
 
É o tipo de iluminação mais usado. A lâmpada se localiza no centro e no teto do ambiente, distribuindo melhor a luz.
 
Para criar o efeito de dispersão da luz de forma suave, é utilizado um vidro ou acrílico. Ela se espalha homogeneamente pelo ambiente, sem criar sombras fortes.
 
É muito comum o uso de plafons para criar o efeito difuso.
 

Iluminação direta

projeto de iluminação residencial
 
Uma iluminação direta tem por principal característica que a lâmpada está direcionada exatamente para a superfície que será iluminada, criando espaços em destaque.
 
São lâmpadas que usam armação de luminárias, pendentes ou spots no teto próximo à paredes.
 

Iluminação indireta

projeto de iluminação residencial
 
É utilizada para iluminar o ambiente como um todo. A luz atinge a superfície e depois reflete para iluminar outros locais do ambiente de forma uniforme.
 
O ideal é usar uma superfície de cor clara para potencializar a distribuição de luz.
 
Para criar o efeito, são utilizados spots e arandelas, bem como luzes embutidas em forros de gesso.
 

Iluminação com LED

As luzes de LEDs são pequenas e bastante econômicas. A iluminação de LED pode economizar de 75% a 95% na conta de energia elétrica.
 
Elas não esquentam e duram até 10 anos.
 

Quais ambientes você pode incluir em seu projeto de iluminação residencial?
Armários

projeto de iluminação residencial
 
A iluminação em armários tem a missão de iluminar as roupas para dar conforto, sendo desnecessário ligar a luz do ambiente para escolher uma roupa.
 

Cozinha

projeto de iluminação residencial
 
Em um projeto de iluminação residencial atente-se aos armários suspensos, que geram sombras, podendo colocar luzes no armário e por baixo das prateleiras.
 

Camas

projeto de iluminação residencial
 
A iluminação do quarto geralmente é estética. Na maioria das vezes, se usa iluminação indireta, gerando uma sensação de penumbra que traz conforto e aconchego.
 
Um bom projeto de iluminação residencial é importante para valorizar os ambientes, os móveis e provocar sensações diferentes em cada cômodo! Sua casa já tem um?

Compartilhe essa página

Deixe seu comentário